Senhor Cravo e Dona Rosa

Era uma vez, duas estrelas que estavam a milhas e milhas distante. Estrelas de galáxias diferentes.

Ele se chamava Cravo.  Ela Rosa. Cada um no seu espaço, cada um no seu mundo azul. Cor essa criada por eles. Cor da liberdade, da afeição, carinho e respeito.

Certo dia, com a tecnologia aguçada, se conheceram, trocaram mensagens, prosas, poemas, versos, sorrisos, lágrimas, emoções que somente eles entendiam, porque a sintonia era única, exclusiva.

E assim se tornaram amigos confidentes. E ainda que não se conheçam pessoalmente, o sentimento é único “AMOR” puro e sincero. Sem preconceitos, sem cobranças, sem medo de dizer a verdade um para o outro (por mais que doa).

Oh Cravo, meu amigo, parceiro,

Que escuta os meus anseios,

As minhas queixas e desilusões.

Cravo, que tanto amo,

Que me inspira

A expor minhas emoções.

Eu Rosa, agradeço todos os dias,

Por ter lhe encontrado,

Do outro lado do mundo

Com um sorriso absurdo

E uma história incrível.

Cravo que tanto amo,

Obrigada por existir,

E agora fazer parte de mim.

Da minha vida,

Do meu pensamento

Em cada gesto, em cada momento.

Meu muito… obrigada!

Anúncios
Explore posts in the same categories: TROCA DE IDÉIAS

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: